Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



(04)

por Sara, em 26.10.14

Gonçalo rodou a chave na fechadura e abriu a porta de casa, atirando depois as chaves para a mesa que se encontrava à sua esquerda. Quando fechou a porta e se virou, deparou-se com o seu irmão, sentado no sofá da sala, com o ar de quem já estava há muito tempo naquele sítio.

- Olá Rodrigo! Porquê essa cara, está tudo bem contigo? 

- Chegaste tarde! Por onde é que andaste? - perguntou Rodrigo, com um sorriso falso, ignorando a pergunta.

- Fui dar um passeio. - respondeu Gonçalo, desviando o olhar.

- À meia-noite de uma Terça-feira? 

- Foi um passeio grande...

- Para chegares quatro horas atrasado ao jantar, suponho que tenha sido. - afirmou Rodrigo, com a sua voz carregada de ironia.

- Mas eu fiz-te alguma coisa, para estares a ser assim comigo? - Gonçalo estava a começar a sentir-se um pouco atacado, depois de ver Rodrigo a revirar os olhos perante as suas respostas e a falar com um tom agressivo.

- A mim, não. O problema não são as coisas que me fazes a mim.

Gonçalo engoliu em seco. Algo ali parecia estranho.

- Desculpa?

- Sim, ouviste-me bem.

Rodrigo levantou-se do sofá e aproximou-se dele, até ficarem frente a frente. Depois olhou-o diretamente nos olhos.

- Não tens nada para me contar? - repetiu.

- Ouve, Rodrigo, eu...

- Não, tu é que tens de ouvir! -disse Rodrigo, impondo-se.- Eu estava preocupado contigo, porque costumas chegar sempre a horas ao jantar. Pensei que talvez tivesse acontecido alguma coisa para às oito não estares em casa e fui à tua procura. Não te encontrei, e quando os pais se foram deitar, voltei a sair à tua procura. Adivinha então o que é que eu vi... Tu dás-te com aquelas pessoas? Já sabes que aquilo é super mal frequentado!

- Eu só queria estar sozinho, ok? Eu fui para o jardim, eles vieram ter comigo e ofereceram-me. Não consumi quase nada! - disse rapidamente - Foi mesmo só para aliviar a situação...

 

 

- Mas que situação? O que é que se passa? - perguntou, subitamente preocupado, enquanto lhe agarrava suavemente no braço.

- Solta-me Rodrigo, estás a magoar-me.

- Como assim estou a magoar-te? Mal te estou a tocar! - disse, voltando à sua ponta de irritação.

E depois uma pequena ideia surgiu na sua cabeça. Os passeios tardios cada vez mais constantes, a droga, o novo mundo em que Gonçalo se isolava. Quem sabe se não era algo ainda pior? Rapidamente, levantou-lhe o braço da camisa. Lá estavam eles. Alguns em cicatriz, outros ainda frescos, como se tivessem acabado de ser feitos. E provavelmente tinham. Rodrigo acenou negativamente com a cabeça, começando a chorar discretamente. De seguida abraçou Gonçalo, um abraço apertado muito diferente dos que costumavam ter.

- Eu estou aqui para tudo o que precisares. Não faças isso! - disse, segredando. - Qualquer seja o problema, juntos conseguimos resolvê-lo.

- Rodrigo, tu não percebes... 

- Pois não, não percebo. - soltando-se do abraço e agarrando os ombros de Gonçalo - Tu não mereces isto!

- Calma, não é como se eu estivesse deprimido! É só de vez em quando e não é nada de especial. Não te preocupes. Agora temos de ir, Rodrigo. Amanhã temos aulas. - disse, dirigindo-se para o seu quarto.

- Gonçalo! - chamou, pegando-lhe suavemente no pulso.

- Sim? -perguntou Gonçalo, virando-se.

- Pelo menos deixa-me desinfectar isso.

Levou-o cuidadosamente até à casa de banho e desinfectou-lhe todas os cortes recentes, alguns deles bastante profundos. Quando acabaram, Gonçalo agradeceu em voz fraca e foi-se deitar. Nessa noite, Rodrigo mal dormiu, revendo na sua cabeça todas as pessoas que Gonçalo conhecia e tentando perceber qual delas tinha feito com que o seu irmão estivesse assim. Ele nem sonhava o que se passava na cabeça dele...

 

(Isto já foi escrito há muito tempo atrás, não está revisto.

Peço desculpa por qualquer incoerência com o resto da one shot.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:04


32 comentários

De Miguel Alexandre Pereira a 20.10.2014 às 17:05

Gostei Bastante da continuação, já tinha saudades das histórias :)

De anna rose a 23.10.2014 às 13:22

sim, sou budista. o budismo é muito simples, muito pacato. para nós é tudo peace and love ahah mas se houver algo que nos irrite ou que não gostemos, deixamos que o karma trate isso por nós. 
uma coisa que eu gosto no budismo, é que para eles, não existe um deus. estamos todos no mesmo "patamar". há alguns budistas que consideram o buda o seu deus, mas isso são pessoas que têm a necessidade de ter alguém que guie a sua vida.
resumidamente, ser budista é algo agradável, não temos que obrigatoriamente fazer isto e aquilo, até porque há vários tipos de budismo :)

De lostdreams a 23.10.2014 às 19:40

ahah boa! eu estou a demorar muito a ler xD


ainda li pouco, mas acho que vou gostar e ela escreve bem. sim, eu digo


aw obrigada! fui eu que fiz :)
beijinhos

De twilight_pr a 23.10.2014 às 20:06

Omg, omg! O que eu acabei de ler! Omg mesmo, não consigo dizer mais nada!
Gostei imenso é o que me sai agora para além de OMG!
**
Passo a explicar as coisas.
Ainda gosto dele como é de esperar, afinal não se deixa de gostar de uma pessoa assim de um dia para o outro mas mesmo assim... de momento eu não quero nada de relacionamentos com ele quero acima de tudo a sua amizade e é isso que eu estou a ter mais nada.
A I é que acha piada gozar comigo, porque ela sabe que eu gosto dele e ela acaba por achar piada dizer essas cenas de eu ir vestida toda sexy para o impressionar mas não ir muito para ele não me saltar para cima etc. ela é maluca xP mas mesmo com estas cenas, eu tenciono mesmo ter a amizade dele.
**
Sobre o capítulo que leste, sim a relação do Bill e do Tom é mesmo forte. Na vida real, o Bill e o Tom são mais próximos ainda do que eu represento aí na minha fanfiction, eles dizem que são apenas uma pessoa, e eu concordo plenamente porque simplesmente eu vejo como eles são *-* e até porque eu sou assim com a minha irmã gémea não é.
Mas sim eles, os gémeos são queridos.
Espera pelo próximo capítulo para saberes mais sobre esta história, este de sábado vai ser sobre a Bethany e o Bill :)
Beijinhos*

De Joana Freitas a 23.10.2014 às 21:16

Gostei imenso do texto que aqui apresentaste :)

De francis marie a 24.10.2014 às 01:26


Pobre Gonçalo :(
Adorei muito, estou ansiosa para mais ^^


Obrigada querida! (:Sim a próxima também vai ser um história de amor, mas nesta vez só vai ser focada num casal e vai ser um bocado maior mas, sinceramente, estou a gostar de escrever mais a próximo do quemMSWH o:
- Ok... coisas que eu tenho para contar... bem, estou a começar a fazer amizades com as que só falam inglês, apesar de ser um bocado difícil de comunicar até me estou a sair bem, ter inglês desde do segundo ano ajuda bastante ahah. Os meus almoços sozinha acabar à duas semanas, juntei-me a duas que andam comigo em Religião e três do décimo primeiro. Na semana passada fui a uma visita de estudo fazer serviço comunitário para uma associação que ajuda pessoas que vivem na rua, estou a tentar arranjar tempo para escrever um post sobre a ultima.
Quanto a rapazes... well, andar numa escola só de raparigas faz que nestes 4 meses não tenha conhecido nenhum, que tristeza já viste? ahah
Wow, isto ficou maior do que pensava ahah agora é a tua vez de falar sobre algo ^^

De • Smartie a 24.10.2014 às 01:46

Muito obrigada :) Claro que sim, eu faço sempre um post acerca de todos os concertos/espectáculos a que vou :D É só questão de ficares atenta ^^

De anna williams a 24.10.2014 às 11:21

ainda bem que avisaste! gostei muito apesar de pequenito. O Gonçalo tem de deixar ser ajudado senão, a situação vai continuar a complicar-se :( estou curiosa pela continuação!
btw, também publiquei outro capítulo da minha sequela.
nunca li nenhum desses dois livros, apesar de o ensaio sobre a cegueira parecer-me interessante, embora pesado. o que estás a achar? é mesmo ahah
já agora, bom fim-de-semana :)

De Cris a 24.10.2014 às 18:21

muito obrigada!
beijinhos

De Joanna a 24.10.2014 às 22:04

fico muito contente por teres gostado! e ahah *.* os meus meninos são sempre uns amores, mesmo aqueles que ao princípio não parecem xd e ainda bem que também gostaste deste capítulo ^^
só tenho uma coisa a dizer com este teu posto: foi super pequeno por isso espero bem que escrevas mais coisas!
beijinhos c:

Comentar post


Pág. 1/4




Blogger

Sara

Perfil

Estudante de profissão. Música e blogger de coração. 16 anos feitos de sonhos e tentativas de ser feliz.


Music


Links

Blog de moda

Social Media


Bloglovin

Follow

Pesquisar

Pesquisar no Blog