Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Concerto dos One Republic

por Sara, em 30.11.14

Sim, eu sei, o concerto já foi há mais de uma semana, mas não podia deixar de fazer um post sobre o que foi um dos melhores concertos a que já assisti na minha vida.

 

Tendo sido um dia de aulas, só consegui chegar (com as minhas amigas) a meio do concerto dos Kongos, a banda introdutória. Não achei a música nada de especial, mas era animada e sempre deu para nos começarmos a divertir e a criar o ambiente de festa que se seguiria. 

 

Arranjei um bom lugar, dado que estava no Balcão 2, e conseguia perfeitamente ver o palco e os cantores. Tenho pena de não ter estado na plateia, onde se sente mais o concerto, mas o Balcão 2 foi o que a minha carteira conseguiu suportar, e só tenho a agradecer por isso.

 

No início os One Republic começaram por estar escondidos atrás de um pano branco, sendo que apenas víamos os seus movimentos através das suas sombras. Achei o efeito giríssimo! Como era bastante previsível que mais tarde o pano ia cair, fiquei a gravar e consegui apanhar o momento. Foi uma animação gigante quando os vimos pela primeira vez :)

 

Achei que o alinhamento estava muito bem escolhido, em especial o encore. Na altura em que eles foram embora pela primeira vez quase que pensei que não iam cantar o "If I Lose Myself Tonight"! Setlist - (link)

 

Os discursos que o vocalista intercalou com as músicas estavam muito bem organizados e tinham imensa piada. Adorei o facto de, segundo o que ele disse, na última vinda a Portugal apenas terem atuado numa festa de aniversário com cerca de 50 pessoas, e agora terem conseguido encher o MEO Arena (que, para mim, nunca deixará de ser o Pavilhão Atlântico). Só prova a evolução deles. O Ryan sempre conseguiu ir dizendo umas palavras em português e lembro-me de até ter substituído o nome de uma cidade (numa música) por Lisboa e de terem passado imagens icónicas de Lisboa quando cantaram o "Good Life". Segundo o que me pareceu, acho que eles gostam de Portugal, que já vieram cá passar férias e que até compuseram músicas cá. O facto de ele ter tido cuidado a por a bandeira, virando-a de maneira a ficar certa, foi super querido da parte dele.

 

Felizmente actuaram todas as músicas que eu queria ouvir. A minha preferida é o Apologize, e no concerto foi de facto fantástica. O piano no início, lindíssimo, e depois a excelente interpretação do Ryan. Só não percebi o porquê de a misturarem com o "Stay With Me". Na minha opinião, não havia necessidade.

 

Também não compreendo a razão de terem cantado o "What A Wonderfull Word", mas normalmente são sempre cantadas uma ou duas covers, sendo que não achei que estas duas fossem más escolhas. Foi apenas inesperado.

 

A banda que o acompanhava tambem era de outro mundo. O violoncelista tocava lindamente e juro que fiquei com vontade de aprender a tocar.

O Ryan é o que é. Um vozeirão, com falsetes lindos (ele chega a notas super agudas!) e gosto imenso que ele faça variações relativamente às músicas gravadas. Eles definitivamente sabem atuar, para além de terem uma fantástica técnica musical.

 

Foi uma experiência fantástica, a repetir!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:50


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




Links

Blog de moda

Social Media


Pesquisar

Pesquisar no Blog